Aparelhos Fixos X Alinhadores Transparentes – Quais as diferenças e como escolher o melhor para você

 

Ter um sorriso perfeito e alinhado é o desejo de muitos dos pacientes que procuram clínicas odontológicas ao redor do país. Além de questões estéticas e da busca por uma maior confiança no dia a dia, o uso de aparelhos ortodônticos é também uma necessidade.

De acordo com pesquisa recente do Ministério da Saúde, cerca de 35% da população brasileira precisa de tratamento ortodôntico para corrigir alguma disfunção. E a busca por aparelhos vem aumentando também na população adulta que, naturalmente, procura por tratamentos mais discretos, que não atrapalhem seu dia a dia. Segundo a Associação Paulista de Odontologia, até 50% dos usuários dos chamados “aparelhos invisíveis”, atualmente, possuem mais de 30 anos.

Diante de tudo isso, muitos pacientes podem se perguntar: qual aparelho devo escolher para meu tratamento ortodôntico? Certamente, o seu dentista é a pessoa mais indicada para lhe fazer esta recomendação, mas, manter-se bem informado é muito importante para que você possa entender melhor como funcionam os diferentes tratamentos disponíveis no mercado de odontologia.

Pensando nisso, no post de hoje, nós vamos explicar para nossos leitores quais as principais diferenças entre os aparelhos fixos e os alinhadores transparentes. Vamos lá?

 

Como funcionam os alinhadores transparentes?

Os alinhadores transparentes são a nova tendência para quem busca o que há de mais avançado no universo dos tratamentos ortodônticos.

De acordo com uma pesquisa da Technavio, por exemplo, o mercado de “ortodontia invisível” deve crescer, em média, mais de 12% nos próximos anos.

Como o próprio nome já diz, os alinhadores transparentes são produzidos a partir de materiais especiais como o acetato transparente.  Funcionando como um aparelho tradicional, eles também têm como objetivo alinhar imperfeições no sorriso, mas, ao invés de serem fixos, os alinhadores contam com placas que cobrem os dentes, proporcionando assim, maior conforto e facilitando a higienização dental, além de serem praticamente imperceptíveis.

Não à toa, como vimos no início deste artigo, os alinhadores transparentes são muito procurados pela população adulta, que deseja corrigir problemas no alinhamento dental, sem precisar ter impactos estéticos ou na praticidade do seu dia a dia.

Removíveis e confortáveis, os alinhadores transparentes possuem espessura de apenas 0,75mm e não impõem qualquer restrição alimentar para os pacientes, uma vez que ele pode ser removido para a realização das refeições. Além disso, os laboratórios produzem uma série de guias personalizadas a serem utilizadas ao longo do tratamento, sem o risco de que as peças escureçam.

Vale reforçar ainda que os alinhadores transparentes são um dos avanços conduzidos pela Ortodontia Digital, que faz uso de ferramentas inovadoras (scanners, aparelhos de Raio-X panorâmicos e simuladores 3D) para desenvolver alinhadores transparentes, de modo rápido, eficaz e preciso.

Na Odontoclinic, nós contamos com a exclusividade dos Alinhadores Transparentes Everest, que oferecem todos os avanços deste tratamento, com preços até 30% mais acessíveis do que outras opções do mercado, tecnologia de ponta direto dos Estados Unidos e maior agilidade no tratamento e na produção dos alinhadores.

 

Quer iniciar seu tratamento? Entre em contato conosco!

 

Aproveite e confira 5 vantagens dos alinhadores transparentes para não ter mais dúvidas sobre este tratamento inovador

 

Como funcionam os aparelhos fixos?

Os aparelhos fixos são os tipos mais comuns de aparelhos e também são utilizados tanto para corrigir problemas funcionais, como dificuldades na mastigação e no fechamento da boca, quanto para a estética.

Escolhidos, principalmente, para tratamentos mais longos, os aparelhos fixos necessitam de manutenção mensal para que o dentista regule a movimentação dos dentes para a posição correta: ou seja, para obter um bom resultado é importante que o paciente colabore com o tratamento, cuidando da higienização e fazendo as visitas regulares a seu dentista para manutenção.

Os aparelhos fixos são compostos por peças conhecidas como bráquetes, (metálicos, plásticos ou cerâmicos) que ficam colados aos dentes através de uma substância adesiva ou cimento, e por um arco que serve de guia para a correção dos problemas de alinhamento.

Existem dois tipos de aparelhos ortodônticos fixos:

Convencionais – Possuem o arco do aparelho preso aos bráquetes através das famosas borrachinhas. Os bráquetes podem ser transparentes ou metálicos.

Autoligados – O arco é ligado diretamente nos bráquetes, sem o uso de borrachas.

 

Quais as principais diferenças entre os tratamentos?

Para lhe ajudar a entender melhor como funcionam os alinhadores transparentes e os aparelhos fixos, nós preparamos um quadro com os principais diferenças entre estes tratamentos. Confiram!

Diferenças Alinhadores Transparentes Aparelhos Fixos
Composição Materiais especiais como o acetato transparente Bráquetes, arco e borrachas (convencionais);

Bráquetes e arco (autoligáveis)

Tempo de tratamento Tratamentos até 25% mais rápidos Indicado para tratamentos longos e de alta complexidade
Indicação Estética e Funcional Estética e Funcional
Manutenção Visitas pontuais para acompanhamento da evolução do tratamento e para o recebimento de novos pares de alinhadores Visitas regulares ao dentista, para manutenção e regulagem da movimentação dos dentes
Planejamento 100% customizado por meio da Ortodontia Digital, na qual o paciente pode visualizar os resultados do tratamento antes mesmo de iniciá-lo Conjunto de exames tradicional (radiografias, fotografias intra e extra-bucais, modelos em gesso das arcadas dentárias e análises)
Mobilidade Removíveis, facilitando a higienização bucal, dos alinhadores e podendo ser retirados na hora da alimentação Fixos, exigindo maiores cuidados para higienização e alimentação
Conforto Por terem espessura de apenas 0,75mm e não ficar diretamente sobre os dentes, os alinhadores são muito confortáveis, não fazendo volume e não incomodando a bochecha, lábio ou língua Principalmente no início do tratamento, os aparelhos fixos podem ser mais incômodos, até que o paciente se acostume com o uso e com o processo de manutenção

 

Gostou do post de hoje? Então acompanhe nosso blog e tire outras dúvidas sobre tratamentos odontológicos!