Alimentos que fazem bem aos dentes

Nosso hábitos alimentares são adquiridos a partir dos primeiros dias de vida. O leite materno, que deve ser exclusivo por no mínimo 6 meses de vida, é de grande importância para o desenvolvimento ósseo e muscular.

Após o nascimento dos primeiros dentes, os alimentos sólidos são importantes para o exercício da mastigação. Assim que possível, deve-se restringir o uso da mamadeira, substituindo-a pela alimentação adequada.

A dieta deve ser equilibrada para garantirmos o desenvolvimento adequado e funcionamento regular de nosso organismo.

 

Alimentos que favorecem o aparecimento de cáries:

O açúcar e o amido de milho (presentes em bolachas, refrigerantes, doces, balas, chicletes, sorvetes, etc) são os maiores vilões. Estes alimentos fazem com que as bactérias presentes em nossa boca produzam ácidos, que atuam diretamente no esmalte dos dentes, favorecendo o aparecimento de cáries.

Alimentos ácidos que não possuam açúcar refinado em sua composição também atacam o esmalte dos dentes, e devem ser consumidos com moderação. Nesse grupo a atenção especial deve ser dada aos refrigerantes, pois são ácidos e possuem grandes quantidades de açúcar em sua composição.
Frutas muito ácidas (limão, laranja, abacaxi etc) também devem ser consumidas com moderação.
Alimentos que evitam o aparecimento de cáries:

Peixes –  favorecem a cicatrização, além de evitar processos inflamatórios;

Fibras – presente em verduras e frutas e ajudam a limpar os dentes e os tecidos gengivais;

Leite e queijos – elevam o pH na boca, o que reduz a exposição dos dentes ao ácido. Como são ricos também em cálcio e fosfato, ajudam na remineralização dos dentes;

Arroz e feijão – retém uma boa quantidade de flúor na saliva, protegendo os dentes contra a cárie;

Alimentos mais duros, como maçã e cenoura: promovem a limpeza dos dentes durante a mastigação, evitando a formação de placa bacteriana;

 

Vitaminas, sais minerais, cálcio, fósforo e níveis adequados de flúor também são importantes aliados para uma boca saudável.

 

Devemos ainda nos atentar aos horários das refeições, evitando o consumo de alimentos açucarados e ácidos (limão, vinagre. etc) nos intervalos (lanchinhos), pois diminuem o pH do meio bucal (tornam a saliva mais ácida). Consequentemente, os dentes ficam mais vulneráveis à doenças bucais.

 

Quanto maior a frequência de ingestão destes alimentos e quanto mais próximo do horário de dormir, maior o risco de formação de cáries. Portanto, logo após o consumo de doces e alimentos ácidos, escove os dentes.

 

Para a garantia de saúde bucal impecável, devemos nos atentar:

  • Além da atenção com a alimentação, o cuidado com a higiene bucal e as visitas periódicas ao dentista é fundamental;
  • Converse com o dentista, esclareça suas dúvidas e procure saber o que mais você pode fazer para melhorar sua alimentação!