Aplique Botox para melhorar o sorriso e a harmonia facial

Como já falamos em artigos anteriores, o dentista também pode embelezar o seu sorriso utilizando novas técnicas como a toxina botulínica, que quando bem aplicada, resolve incômodos terapêuticos, como o bruxismo, que é o ranger dos dentes, e estéticos como o sorriso gengival.

Nesse sentido, o Botox surge como grande aliado. Na Odontologia, ele é muito usado para corrigir problemas que envolvem o esforço exagerado da musculatura, causando dores. Por exemplo, a pessoa que tem bruxismo, além do desgaste dos dentes causados pelo ranger constante, normalmente acorda com dor na musculatura da face e a aplicação do Botox também ajuda no alívio desse sintoma.

Outra aplicação muito procurada na Odontologia é por quem tem dores de cabeça ocasionadas pelo tensionamento da musculatura. A toxina ajuda a reduzir o problema e acabar com a dor.

O dentista também pode usar a toxina botulínica para deixar o rosto do paciente mais harmônico. O Botox é usado para corrigir aquele sorriso assimétrico, quando a abertura bucal é diferente em cada lado do rosto ou para minimizar a exposição da gengiva em um sorriso gengival.

 

Como a toxina botulínica atua?

A toxina botulínica, que é produzida pela bactéria Clostridium Botulinum, provoca o relaxamento dos músculos porque inibe o neurotransmissor acetilcolina na junção neuromuscular. Isso significa que depois de alguns dias da aplicação, os músculos apresentam um relaxamento temporário, diminuindo a força aplicada por cada musculatura do rosto.

Então, o Botox não remove expressões faciais, apenas suaviza a contração muscular. Assim, quem tem o sorriso gengival resolve o problema com toxina botulínica porque passa a não contrair a musculatura, diminuindo a exposição da gengiva, mesmo quando sorri.

A aplicação é relativamente simples e pouco invasiva, no entanto, algumas pessoas apresentam inchaço após a realização do procedimento. Em três dias, os primeiros resultados começam a aparecer e com 15 dias é possível conferir o resultado definitivo.

Cada aplicação dura em média de 6 meses a 1 ano, mas não podemos esquecer que mesmo que os resultados não sejam mais os mesmos, ainda sobram cerca de 20% de toxinas no organismo. Dessa forma, o acompanhamento profissional é fundamental para realizar novo procedimento.

 

Qualquer pessoa pode realizar o procedimento?

A aplicação de toxina botulínica é muito segura desde que respeitados alguns critérios. Não se recomenda realizar atividade física logo após a aplicação. Importante também não se submeter a nenhum outro procedimento estético no local da aplicação, evitando massagens faciais.

Para algumas situações não se recomenda o uso da toxina. Mulheres que estejam gestantes ou lactantes. Pessoas com hipersensibilidade à toxina, que possuam problemas de coagulação, insuficiência renal ou hepática. Não se aconselha o uso para pessoas com processos infecciosos ou que apresentem doenças autoimunes.

Agora que você já sabe como funciona a toxina botulínica, que tal fazer uma avaliação no dentista?