Clareamento dental caseiro: pode ou não pode?

Cada vez mais, os brasileiros buscam as clínicas odontológicas por razões estéticas. Dentro desse contexto, os tratamentos de clareamento dental, certamente, estão entre os mais procurados no país. Para termos uma ideia, segundo números divulgados pelo Conselho Regional de Odontologia, a busca pelo clareamento, cresce, em média, 30% ao ano. Mas não é apenas nas clínicas que este tratamento tem crescido: hoje em dia, é muito comum vermos pessoas interessadas nos procedimento de clareamento dental caseiro.

Graças a esse crescimento, muitos pacientes se interessam em saber se os clareamentos dentais caseiros são realmente seguros.

Pensando nisso, no artigo de hoje, você poderá se informar melhor sobre este tratamento e verificar qual a melhor forma de deixar seus dentes brancos, sem abrir mão da saúde bucal. Não deixe de conferir!

Como funciona o clareamento dental?

Ao longo da vida e por diferentes razões (fumo, café, consumo de refrigerantes e bebidas alcóolicas, ou mesmo por problemas dentais diversos), é comum que nossos dentes passem por um processo de escurecimento.

Para reverter esse processo e auxiliar na recuperação da cor natural dos dentes, os tratamentos de clareamento dental costumam gerar ótimos resultados. De modo resumido, os tratamentos de clareamento dental envolvem o uso de agentes clareadores que, a partir de um determinado número de sessões, contribuem para que os dentes dos pacientes fiquem mais brancos.  

Há algumas opções de clareamento dental disponíveis no mercado. Conheça, logo abaixo, os principais tipos deste tratamento!

Quais os principais tipos de clareamento dental?

Confiram, agora mesmo, uma lista com os quatro principais tipos de clareamento dental:

Clareamento dental a laser

O clareamento a laser é o tratamento ideal para quem busca resultados efetivos e rápidos.

Neste tratamento, o dentista isola os dentes para proteger a gengiva. Após este procedimento, o profissional aplica agentes clareadores sobre os dentes. Por fim, os dentes recebem a aplicação do laser que, em contato com os agentes clareadores, irá branquear os dentes em um procedimento indolor, confortável e bastante ágil – as sessões de clareamento a laser duram, em média, apenas uma hora.

Clareamento dental caseiro (clareamento a gel)

No clareamento dental caseiro realizado com a orientação de um dentista, o paciente recebe uma moldeira específica para sua arcada dentária, que deve ser colocada sobre os dentes por algumas horas em conjunto com os agentes clareadores – normalmente em gel.

O clareamento caseiro é feito por alguns dias até se chegar no resultado esperado.

Clareamento interno

Indicado, sobretudo, para pacientes que já fizeram um tratamento de canal, o processo de clareamento interno é realizado por meio do uso de agentes clareadores na parte de trás dos dentes, visando a correção de manchas em estruturas internas e a restauração da cor original do dente.

Fitas clareadoras

Normalmente indicadas para a manutenção após o processo de clareamento, as fitas vendidas em farmácia possuem menor concentração de agentes clareadores. Para não prejudicar os dentes, também é necessário utilizar esse produto somente sob a orientação de um dentista.  

Qualquer pessoa pode realizar o clareamento dental?

Não. Por isso mesmo, é fundamental buscar um profissional especializado para avaliar os riscos do tratamento e quando ele pode ser realizado com segurança, sem afetar sua saúde bucal. De modo geral, o clareamento dental não é indicado para mulheres grávidas, crianças e pacientes com doenças na gengiva, como a periodontite.

O clareamento dental caseiro é seguro?

Quando realizado com a indicação e supervisão de um dentista, com produtos adequados, o clareamento dental caseiro é seguro, embora leve mais tempo do que o clareamento externo a laser.

No entanto, quando realizado com métodos caseiros, sem a orientação de um dentista especializado, este procedimento pode trazer sérios riscos (o uso de bicarbonato de sódio, casca de laranja e limão estão entre os procedimentos mais comuns, que devem ser evitados).

Dentre os principais problemas que o clareamento dental com métodos caseiros pode causar, podemos citar:

  • Erosão dental;
  • Desgaste do esmalte do dente;
  • Aumento da sensibilidade;
  • Lesões na gengiva;
  • Comprometimento de restaurações e próteses.

Por isso, não ponha em risco sua saúde bucal e, caso esteja em busca de um processo de clareamento dental seguro e eficiente, procure um dentista especializado que possa te dar todas as orientações sobre os benefícios e cuidados que devem ser tomados durante esse tratamento. Na Odontoclinic, contamos com uma série de profissionais prontos para te auxiliar a conquistar um sorriso mais branco e saudável. Agende já sua consulta!