Ortodontia: qual a hora certa de colocar um aparelho ortodôntico?

Corrigir problemas no alinhamento dental é uma das principais causas que leva os pacientes para as clínicas odontológicas de todo o mundo. De acordo com uma pesquisa da AAO (Associação Americana de Ortodontia), cerca de 66% da população sofre com algum problema relacionado ao mau posicionamento dos dentes. Mas, qual a melhor hora para colocar um aparelho ortodôntico?

Para responder a esta pergunta, preparamos um artigo que explica quais os principais indícios que você deve acompanhar para saber quando é necessário procurar um dentista e iniciar um tratamento para conquistar o sorriso dos seus sonhos!

Quando é necessário utilizar um aparelho ortodôntico?

Antes de tudo, é importante deixar claro que somente um dentista especializado em ortodontia poderá lhe confirmar, com precisão, quando será necessário utilizar um aparelho ortodôntico. É ele também quem fará a solicitação de exames (Radiografia, Raio-X Panorâmico, dentre outros) para o planejamento de todas as etapas do seu tratamento.

Dito isso, em linhas gerais, os aparelhos ortodônticos são indicados para corrigir ou prevenir disfunções na arcada dentária (dentes tortos), bem como, problemas com o nascimento, crescimento dos dentes ou mesmo relacionados com a má-oclusão dental – que ocorre quando o paciente tem dificuldades para encaixar os dentes superiores com os inferiores, ao fechar a boca.

Vale lembrar que a má-oclusão dental pode causar desconfortos e até dores mais fortes na região do maxilar.  

Qual o momento ideal para iniciar um tratamento de ortodontia?

Segundo a Associação Americana de Ortodontia, toda criança, a partir dos 7 anos, deve fazer uma avaliação ortodôntica. Nessa fase, os ossos do rosto ainda não estão totalmente fixos, o que pode facilitar alguns tratamentos. Vale lembrar que, durante a infância, o ideal é que os pais busquem a orientação de um odontopediatra.

Alguns especialistas também indicam que, durante o período infantil, é recomendado o uso de aparelhos móveis. De todo modo, os pacientes devem sempre consultar um dentista especializado em ortodontia para saber se é necessário, ou não, iniciar um tratamento.

Quais os principais tipos de aparelho ortodôntico?

Conheça, agora, os principais tipos de aparelho ortodôntico disponíveis no mercado:

1. APARELHOS FIXOS

Os aparelhos fixos podem ser utilizados para fins estéticos e funcionais e são indicados, principalmente, para tratamentos de longo prazo e com maior complexidade. Esses aparelhos necessitam de manutenção mensal para que o dentista regule a movimentação dos dentes para a posição correta. Há dois tipos de aparelhos fixos:

Convencionais – Possuem o arco do aparelho preso aos bráquetes através das famosas borrachinhas. Os bráquetes podem ser transparentes ou metálicos.

Autoligados – O arco é ligado diretamente nos bráquetes, sem o uso de borrachas. O aparelho autoligado consegue apresentar ótimos resultados em um prazo mais curto de tempo. Além disso, as manutenções são mais espaçadas.

2. APARELHOS MÓVEIS

Indicado para crianças em fase de crescimento e também adultos, de acordo com o caso, os aparelhos móveis são perfeitos para pequenas movimentações dentárias, contenção e correção de alterações maxilares. Podendo ser facilmente retirados da boca pelo paciente, os aparelhos móveis do tipo contenção são também muito utilizados após a finalização de um tratamento com aparelhos fixos para manter os dentes na posição certa e conter o desalinhamento do sorriso.

3. ALINHADORES TRANSPARENTES

Quando o assunto é tratamento ortodôntico, o alinhador transparente é a principal inovação para quem deseja ter dentes alinhados e um sorriso perfeito. Produzidos a partir de acetato transparente, o alinhador é uma placa que cobre os dentes e, além de ser muito discreto, oferece maior conforto para os pacientes. É removível, o que é muito prático na hora alimentação ou escovação. Com todas essas vantagens, os alinhadores transparentes são indicados para quem busca o que há de mais avançado em tratamentos ortodônticos, sem mudar a aparência do seu sorriso durante o uso.

Quando procurar um dentista?

Para finalizar nosso artigo, veja 5 sinais que servem de alerta para que você procure um ortodontista:

    • Dentes muito tortos (encavalados);
    • Dificuldades para fechar a boca;
    • Dificuldade na mordida;
    • Dores no maxilar;
  • Espaço entre os dentes.

Se você possui algum desses sintomas, não deixe de agendar, agora mesmo, uma consulta com um dentista especializado em ortodontia e inicie já o seu tratamento!