Qual o papel da radiografia odontológica em um tratamento dental?

Muitas vezes, para que um tratamento odontológico ou ortodôntico seja realizado com sucesso, seu dentista precisará solicitar uma série de exames que servirão para identificar, com maior precisão, a presença de doenças, lesões ósseas e até mesmo para o planejamento de um aparelho dental ou alinhador transparente. Dentre esses exames, certamente, a radiografia odontológica é um dos mais pedidos.
E isso porque as radiografias são instrumentos indispensáveis para vários casos, como os tratamentos ortodônticos, a realização de implantes e cirurgias na região do maxilar, além de auxiliarem na avaliação de patologias (doenças) e no processo de extração de um dente do siso.
Conheça mais sobre as radiografias odontológicas neste artigo e veja como elas são fundamentais para que você obtenha resultados positivos com seu tratamento.

O que é e para que serve a radiografia odontológica?

A radiografia odontológica (também conhecida como Raio-X odontológico) é um exame que utiliza doses seguras de radiação para a obtenção de imagens utilizadas em diagnósticos, no planejamento e no acompanhamento da evolução de um tratamento realizado por dentistas, cirurgiões e ortodontistas.

Conforme falamos acima, as radiografias odontológicas podem ser solicitadas para diferentes finalidades, desde do planejamento pré-operatório de uma cirurgia bucal, maxilar ou facial, até para a verificação de inflamações, tumores ou produção de um aparelho ortodôntico.  

Quais os principais tipos de radiografias odontológicas?

O que muitas pessoas não sabem é que, com a evolução da tecnologia, há diferentes tipos de radiografia odontológica, incluindo tanto os procedimentos mais comuns de Raio-X para uma avaliação geral da arcada dentária de um paciente, quanto exames mais avançados, como a radiografia digital.

Veja uma lista com os principais exames radiológicos utilizados hoje:

Radiografia Digital

Na Radiografia Digital, os aparelhos de Raio-X são utilizados para o envio de informações para placas de circuito sensível, que recebem a radiação e mandam imagens direto para o computador. Como as placas são mais sensíveis do que os filmes radiográficos (utilizados nos exames tradicionais de Raio-X), o exame é realizado em muito menos tempo.

Além disso, as imagens também são obtidas em muito menos tempo, o que torna o exame mais eficiente e seguro para os pacientes.

Radiografias Periapicais e Radiografias Interproximais

As radiografias periapicais são utilizadas, de modo geral, para uma avaliação detalhada dos dentes de um paciente e permitem, por exemplo, uma análise cuidadosa de cáries. Por sua vez, as radiografias Interproximais são muito usadas para o diagnóstico de cáries entre os dentes (cárie interproximal), mesmo antes destas lesões se tornarem visíveis para o dentista sem o auxílio do Raio-X.

De acordo com estudo recente, as radiografias periapicais e as radiografias Interproximais são as mais comuns nas clínicas odontológicas do país.   

Radiografia Panorâmica

Como o próprio nome já indica, as radiografias panorâmicas, através de uma única imagem, produzem uma visão geral das arcadas dentárias dos pacientes, bem como, das regiões maxilar e mandibular. Elas são fundamentais para o planejamento inicial de um tratamento, tanto ortodôntico (para o alinhamento dental), quanto odontológico.

Hoje, é possível contar com radiografias panorâmicas digitais, parte importante dos avanços da ortodontia digital.

Radiografia Oclusal

Por fim, a radiografia oclusal é muito utilizada na odontopediatria, para o acompanhamento do crescimento dos dentes de uma criança, por exemplo. Além disso, ela pode ser útil para a análise de fraturas, dentes inclusos (que ficam abaixo da gengiva) e para analisar as raízes dos dentes.

Quando as radiografias são necessárias?

Só o seu dentista poderá avaliar a necessidade de uma radiografia odontológica. Por isso, é importante visitar o dentista regularmente e verificar quando será necessário realizar exames mais detalhados para a identificação de uma doença ou lesão. De um modo geral, as radiografias são utilizadas nas seguintes situações:

– Para uma avaliação ortodôntica geral e para o planejamento de aparelhos ortodônticos e alinhadores transparentes;

– Para avaliar lesões ósseas ou dentes que ainda não nasceram;

– Para a realização de implantes dentais;

– Para o planejamento de uma cirurgia ou como procedimento pré-operatório;

– Para verificar a necessidade de extração de um dente (incluindo os dentes do siso);

– Para o estudo de fraturas em todas as partes da mandíbula;

– Para a análise de lesões na boca, maxilar ou mandíbula;

– Para a verificação de anomalias dentais, doenças, presença de cistos e tumores, dentre outros tratamentos.

Gostou do nosso artigo sobre o papel de uma radiografia odontológica em um tratamento dental? Então não deixe de acompanhar o Blog da Odontoclinic para conferir muito mais novidades! E se você está precisando visitar o dentista, não deixe de agendar uma consulta com um de nossos especialistas!